Google e Enterprise: deu “match”?

Na semana passada aconteceu em São Francisco o evento Google NEXT 2017: principal evento da plataforma de cloud computing da Google do ano. Algumas coisas me chamaram atenção: o tamanho do evento (maior que o Google IO), a abrangência da oferta – que agora inclui também o G Suite e, principalmente, o clima enterprise do evento, contrastando com todas as edições de qualquer evento que seja da gigante da internet.

Parece que realmente a Diane Greene está conseguindo mudar a cultura da empresa. Os Googlers já não usam mais calças jeans desbotadas e camisetas coloridas… usam camisas, blazers e calças sociais. O palco dos keynotes foram recheados de empresas, clientes ou parceiras, que demostravam seus cases e fortalecimento do ecossistema. Algumas verdadeiramente surpreendentes: como SAP (parceria para a plataforma cloud, incluindo o Hana) e HSBC (cliente para processamento de dados na nuvem). Andando pelo meio da audiência, muitos clientes e prospects fazendo networking, contrastando com os já tradicionais developers apaixonados.

Sobre os developers, muita reclamação e rancor aparecendo nos fóruns e redes sociais. Tudo começou há algumas semanas com o lançamento do Cloud Spanner. O preço inicial (pouco mais de 700 dólares / mês) deixou a comunidade de desenvolvedores independentes e startups indignados pelo “alto valor”. Coloco entre aspas pois para contratos corporativos isso não é absolutamente nada. O keynote gerou críticas fortes nos fóruns que participo, todos se sentindo traídos por esse novo Google.

É isso, deu match. Finalmente começou o relacionamento da Google com o mundo enterprise. Pessoalmente, eu parabenizo a empresa pelo movimento. Acho que existe espaço para trabalhar ambos os mercados e, no final do dia, alguém precisa pagar o almoço. Sem um movimento nesse sentido, os espaços seriam engulidos por AWS, Microsoft e talvez IBM, e talvez a Google fosse forçada a fazer o que sempre fez e que sempre gerou críticas de todos: descontinuar os produtos. Vida longa ao GCP no enterprise!